top of page

Filosofia e Behaviorismo


Você já ouviu falar de behaviorismo, mas sabia que existem duas perspectivas distintas dessa abordagem? Vamos explorar o que torna o behaviorismo um campo tão intrigante tanto na filosofia quanto na psicologia.

O Behaviorismo Filosófico: Este é o lado mais teórico e conceitual do behaviorismo. Filósofos como Ryle e Carnap argumentam que os estados mentais são essencialmente construções lógicas baseadas em comportamentos observáveis. Ou seja, descrever os aspectos mentais de alguém é resumir uma série de comportamentos que essa pessoa exibe. Isso desafia a ideia de uma mente separada do corpo, como o "fantasma na máquina" de Descartes.

O Behaviorismo em Psicologia: A perspectiva psicológica do behaviorismo, associada a nomes como Watson, Pavlov e Skinner, adota uma abordagem metodológica. Eles argumentam que a introspecção e a subjetividade devem ser evitadas em favor da medição científica do comportamento e suas causas. Skinner, em particular, formulou o behaviorismo radical, que se baseia na indução, usando dados observacionais para desenvolver teorias.

A Interseção da Filosofia e da Psicologia: Essas duas abordagens do behaviorismo não apenas coexistem, mas também influenciam-se mutuamente. A filosofia da ciência e autores como David Hume, Ernst Mach, Carnap, Popper e Russell desempenharam papéis cruciais no desenvolvimento do behaviorismo. Skinner, por exemplo, relacionou a busca pelo conhecimento à ação e ao poder de agir, seguindo a filosofia de Bacon.

Behaviorismo como Filosofia da Ciência: Não se trata apenas de uma posição filosófica; o behaviorismo é uma filosofia da ciência. Ele orienta a análise do comportamento, investigando como as pessoas (ou outros organismos) se comportam em contextos específicos. Essa abordagem provou sua validade e generalidade em pesquisas de laboratório, contextos clínicos, educacionais e sociais, demonstrando relações ordenadas entre o comportamento e o contexto em que ocorrem.

O behaviorismo é, portanto, muito mais do que uma única perspectiva; é uma exploração profunda das complexidades da mente e do comportamento humano. É uma jornada fascinante na interseção da filosofia e da psicologia, buscando entender como as ações e pensamentos se entrelaçam.

44 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page